Gestão de Oficina Para o Mecânico

Sazonalidade da demanda: como se preparar na oficina mecânica?

planejamento

Está sem tempo para ler? Agora você também pode ouvir este post:

Nem sempre a movimentação de clientes é a mesma na oficina mecânica. Ela pode flutuar por conta de diversos fatores — como a estação do ano, a proximidade de férias ou datas comemorativas, a programação de eventos na cidade e, claro, a ocorrência de crises econômicas. Tudo isso causa sazonalidade da demanda nos negócios.

Esse fenômeno atinge todos os empreendimentos, mesmo que em níveis diferentes. Os hotéis de uma cidade turística, por exemplo, terão maior movimento em feriados e férias. Já uma sorveteria sofre diminuição da demanda em períodos mais frios. E na oficina mecânica, quais seriam os efeitos da sazonalidade?

Se você quer saber mais sobre isso, vai gostar do post completo que preparamos. Confira nossas informações e saiba como se planejar!

Como entender a sazonalidade do seu negócio?

A sazonalidade da demanda diz respeito às mudanças que acontecem na procura por produtos e serviços ao longo do tempo. Ela pode ser positiva ou negativa. Ou seja, há períodos em que os negócios têm maior movimentação de clientes, enquanto em outros há uma baixa na demanda.

Essas flutuações são inevitáveis. Por isso, é preciso percebê-las e tentar se adaptar a elas. Empreendedores mais experientes muitas vezes conseguem diagnosticar a sazonalidade facilmente. Mas algumas estratégias podem ajudar a confirmar os dados. A primeira delas é pesquisar o assunto e analisar o movimento das oficinas em geral.

No ramo da mecânica há algumas variações comuns, como o aumento da procura por manutenção no ar-condicionado e no sistema de arrefecimento em períodos mais quentes. Da mesma forma, o clima de inverno costuma aumentar a demanda pela revisão ou troca da bateria de veículos.

Em épocas de chuva, a movimentação de clientes na oficina também pode aumentar. Além disso, há uma alta bastante significativa nas semanas que antecedem as férias escolares. Como muitas famílias aproveitam a oportunidade para viajar, é necessário fazer a manutenção preventiva no veículo.

Normalmente, no início do ano todo comércio passa por uma queda. Isso acontece pelos gastos realizados em dezembro e pela proximidade de contas importantes, como matrículas, material escolar e impostos.

Essas informações ajudam você a entender a sazonalidade da demanda na sua empresa. Mas para um diagnóstico mais preciso o ideal é que se faça a análise dos relatórios da oficina. Ter um bom controle financeiro é útil para avaliar as oscilações no movimento de clientes ao longo dos meses.

Como se preparar para ela?

Agora que você já sabe como diagnosticar a movimentação, confira nossas dicas para estar preparado e aproveitar o melhor de cada período na oficina.

Planeje a gestão de acordo com as datas

Gerenciar uma empresa não é uma tarefa simples. Se você faz isso sem considerar informações importantes do negócio pode cometer diversos erros. Por isso, um dos dados mais básicos na hora de planejar suas ações é a sazonalidade da demanda.

Guiar-se pelas datas de maior e menor movimento permite tanto que você aproveite o lucro dos bons momentos quanto minimize os efeitos da diminuição dos serviços. Podemos pensar, por exemplo, qual é o melhor mês para fazer uma grande promoção: aquele conhecido pela alta procura ou o que apresenta uma depressão no mercado?

A resposta correta é a segunda opção. As promoções são ótimas estratégias para driblar os efeitos da sazonalidade negativa, já que você estimula os clientes que geralmente não iriam à oficina naquele período. Nas fases de maior movimentação você pode aproveitar lucros maiores, sem precisar investir tanto em promoções e descontos.

Outra decisão que está relacionada à sazonalidade diz respeito aos funcionários. O ideal é que as férias sejam programadas para momentos de menor movimentação. Além disso, o tamanho da equipe deve acompanhar a média da demanda, para que não haja gastos excessivos. Em momentos de alta demanda, como no fim de ano, o indicado é fazer os cálculos e saber se vale a pena contratar colaboradores temporários.

Preveja o estoque

O gerenciamento do estoque também tem tudo a ver com a sazonalidade na oficina. Fazer as compras de acordo com as tendências de vendas possibilita que você economize dinheiro, evite o encalhe de produtos e não corra o risco de perder clientes pela falta de algum item.

Nas vésperas de férias, por exemplo, é muito comum atender clientes para revisão básica antes de pegar a estrada. Os serviços mais procurados envolvem troca de pneus, alinhamento e balanceamento, troca de óleo etc. Dessa forma, é necessário que a oficina se organize para aumentar o estoque dos itens mais requisitados e atender bem a demanda.

Identificar as especificidades na movimentação do estoque não é tão simples. O ideal é ter um controle efetivo, de preferência em um sistema de computador. Acompanhando o inventário frequentemente é possível registrar tudo e ter relatórios eficazes sobre cada época do ano — eles oferecem uma previsão mais confiável para saber o que comprar.

Monte um fluxo de caixa

As finanças do negócio não devem depender totalmente dos períodos de sazonalidade da demanda. Se isso acontecer, o empreendedor pode enfrentar graves dificuldades nas épocas de menor movimento. É importante lembrar que, independente do mês, os custos com folha de pagamento e contas básicas do prédio se mantém. Logo, como não entrar no vermelho diante da falta de clientes?

A solução para isso é ter capital de giro e reserva financeira. Por isso, o lucro do negócio deve ser calculado pela média anual, e não pelos períodos de maior entrada. Os meses com retorno financeiro alto dão segurança para momentos de menor resultado logo em seguida. Assim, as vendas mais fracas não oferecem risco à manutenção da empresa no mercado.

Tenha um bom pós-venda

Uma estratégia muito interessante para driblar o desafio da sazonalidade da demanda é fidelizar seus clientes. Nesse sentido, ações de pós-venda são essenciais. Elas permitem acompanhar o consumidor e estimular que ele continue procurando a oficina para resolver seus problemas.

Ter clientes fiéis deixa o negócio menos exposto aos efeitos da sazonalidade do mercado automotivo. Afinal, as pessoas que confiam no seu trabalho terão mais facilidade para procurá-lo, independente da época do ano. Uma boa técnica de pós-venda é guardar os dados do proprietário e enviar informações sobre o veículo, lembrando-o das revisões necessárias.

A sazonalidade da demanda é uma realidade nas oficinas mecânicas e merece muita atenção. Deixar de se guiar por ela pode gerar inúmeras dificuldades na gestão do negócio. Para evitá-las, siga as orientações que demos neste post e esteja preparado!

E então, este conteúdo foi útil para o seu empreendimento? Que tal compartilhar o post nas redes sociais?

Powered by Rock Convert