Gestão de Oficina Para o Mecânico

Como definir a formação de preços em sua oficina mecânica?

Formação de preços

É evidente a modernização da mecânica automotiva e o aperfeiçoamento da tecnologia embarcada no desenvolvimento de novos modelos de carros. Com isso, os trabalhos de reparação e consertos destes veículos estão se tornando cada vezes mais complexos, exigindo mais habilidades e conhecimentos dos profissionais. Além disso, as peças e os componentes trabalhados apresentam um custo mais elevado se comparados aos dos veículos mais antigos. Por conta disso, a formação de preços de serviços dentro de uma oficina mecânica pode se tornar um grande desafio para os gestores.

Nesse momento, deve-se pensar em vários aspectos, como despesas envolvidas no processo, preço praticado pela concorrência, base de lucro pretendida e outros pontos válidos para o negócio. 

Sem um planejamento estratégico, essa tarefa pode se mostrar bastante desafiadora e provocar a baixa no faturamento do estabelecimento. Isso pode ocorrer, pois os preços em condições inferiores à ideal provocam prejuízos financeiros para a empresa, e quando são mais elevados, podem reduzir o fluxo de clientes.

É muito importante que os gestores saibam como precificar os seus trabalhos de maneira correta para obter o máximo de rendimento possível. Para ajudar você nessa questão, preparamos este artigo contendo as principais informações de como definir a formação de preço na sua oficina. Acompanhe!

Entenda a formação de preços em uma oficina mecânica

A formação de preços pode parecer uma tarefa simples, mas na verdade é um trabalho extremamente complexo, principalmente se não tiver a ajuda de tecnologias, como o CRM para oficina mecânica

O processo exige a compreensão de vários quesitos, de modo a propor valores que aumentem o rendimento e o lucro da empresa. Ser capaz de elaborar a formação de preços dos serviços e produtos da oficina é uma habilidade de grande valia para o crescimento do negócio.

Ao cometer um simples erro no momento da precificação, você pode acabar perdendo várias vantagens econômicas e, com o tempo, a viabilidade do negócio. A esse respeito, sabe-se que uma má gestão em termos de definição de valores do trabalho pode significar uma grande possibilidade de insucesso do empreendimento.

Há vários donos de oficinas que estabelecem os seus valores com base nas médias do mercado ou até mesmo desvalorizam economicamente os seus serviços para que consigam aumentar a clientela. Essa atitude, no entanto, pode ser extremamente prejudicial à empresa se os seus ganhos não forem suficientes para manter as atividades da oficina devido à falta de percepção do gestor. Isso pode ser resolvido por meio de uma análise SWOT da oficina mecânica.

Conheça 4 pontos a serem avaliados na definição de preços

Os gestores podem utilizar estratégias para taxar os valores dos serviços e definir preços ideais para o aumento dos lucros. Confira agora 4 pontos que devem ser levados em conta ao estabelecer preços na oficina.

Custos das peças e dos materiais

Antes de definir os preços, é preciso saber o quanto está sendo gasto — de forma direta e indireta — com o trabalho. Dentro desse orçamento, confira alguns pontos que devem se incluídos na precificação final:

Gestão de oficina e tecnologiaPowered by Rock Convert
  • valor dos componentes utilizados e do frete;
  • pagamentos salariais dos demais colaboradores da empresa (atendentes, gerentes e gestores);
  • custos fixos da oficina mecânica (contas de água, luz, aluguel, manutenção de equipamentos etc.);
  • custos variáveis (impostos).

Essa análise é necessária para que nenhum gasto passe despercebido e para que você não tenha surpresas indesejáveis no final do mês. Vale ressaltar que uma boa forma do gestor oferecer preços mais competitivos é buscando maneiras de reduzir qualquer um dos pontos mencionados acima. 

Caso precise aumentar os lucros, uma opção é reduzir as despesas e os gastos na empresa, mas manter o valor cobrado ao cliente — desde que seja um preço compatível com a média do mercado.

Margem de lucro

Depois de avaliar todos os custos referentes às atividades da empresa, você também deve saber a base mínima de lucro esperada com as vendas e os serviços na oficina. Para pensar na lucratividade pretendida, primeiramente é preciso compreender o potencial de produção da sua empresa em gerar rendimento. Isso porque a média de lucro planejada com a precificação deve ser compatível com a capacidade de trabalho da oficina.

Perfil do seu público-alvo

Para ser capaz de atrair o seu público-alvo com a precificação dos serviços, é necessário compreender a condição econômica deles, pois só vai contratar o seu trabalho quem puder arcar com os valores cobrados. 

A esse respeito, não basta se basear em uma escala de preço fixa se a clientela da sua região não tem renda compatível com os valores cobrados pela empresa. Caso não modifique a estratégia de venda, você pode acabar perdendo clientes e tendo que fechar o negócio.

Vale a pena estudar qual é a renda média desse público, bem como o quanto ele está disposto a pagar pelos serviços prestados. No caso de clientes da classe A, por exemplo, pode-se ofertar serviços com preço e grau de sofisticação mais elevados. Essa mesma situação, no entanto, não seria vantajosa para o público das classes C e D — nesse caso, deve-se priorizar trabalhos simples e com preços acessíveis.

Horas de trabalho

Há serviços que não necessariamente exigem um alto custo com as peças da reparação, mas que podem demandar um longo tempo para serem solucionados. Assim como os custos relativos ao trabalho, é preciso que os gestores considerem a carga horária do profissional para entregar o serviço pronto. Com isso, é possível estabelecer um preço justo e que valorize a atividade desempenhada pelo mecânico.

Fique de olho no mercado

O dono de oficina deve estar a todo momento de olho na demanda e nas condições do mercado. Nesse sentido, saber o quanto os seus concorrentes cobram pelos mesmos serviços é uma excelente forma de avaliar se os seus preços estão abaixo ou acima da média do mercado. 

Ao estudar essa situação, é possível criar estratégias de negócio para atrair novos clientes. Em alguns casos, por exemplo, você pode cobrar um valor mais barato que a média para aumentar o fluxo de clientes na oficina.

Essas são as principais informações sobre como definir a formação de preços na sua oficina mecânica. Embora pareça simples, essa tarefa pode determinar o sucesso de várias ações da empresa, por isso deve ser muito bem planejada e estudada para ser possível alcançar o máximo de lucros na oficina.

Gostou do artigo? Então siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de outras informações relevantes para você! Estamos no Facebook, no Instagram, no YouTube e no LinkedIn!

Estoque para oficina mecânicaPowered by Rock Convert